31 março 2007

Todos nós temos momentos em que sentimos um orgulho muito grande quando alguém que nos está, mais ou menos próximo, obtém algum sucesso. Foi assim que me senti (e ainda sinto) quando ontem à noite soube que o Nelson tinha ganho a categoria de reportagem no Prémio Fotojornalismo Visão/BES. Mas para lá do orgulho, o que mais me regozija é a justiça do reconhecimento do trabalho de alguém que, ciente das suas capacidades, arriscou largar uma vida profissional já estabelecida para se dedicar de corpo e alma ao fotojornalismo. Após, ainda há menos de um ano, ter sido galardoado com o prémio Novos Talentos da Fnac, este agora fotógrafo da [kameraphoto], não poderia desejar melhor início de carreira.

3 comentários:

leandroribeiro disse...

Diz-me: quantos posts em quantos blogs crês tu que o feito será referido? :)

Sílvia Antunes disse...

cá entre nós que só vi o nelson uma vez, mas sempre tive grande admiração pelas fotos dele, também fiquei muito contente.

cromero disse...

A opção do Nelson merece ainda mais admiração quanto é certo que, mesmo com prémios e reconhecimento, a vida que o espera não é fácil. Nada fácil. E ele já deve estar a sentir isso.